quarta-feira, 30 de março de 2011

PREFEITO VANILDO FERNANDES LAMENTA MORTE DE JOSÉ ALENCAR



Edione Nóbrega

O prefeito de Equador, Dr. Vanildo Fernandes Bezerra lamenta o falecimento do ex-vice-presidente da República, José Alencar. O prefeito equadorense ressalta as qualidades de Alencar como empresário, político e, acima de tudo, como um homem que soube lutar pela vida.
O nosso sentimento sobre José Alencar é de que ele é exemplo de vida e Equador como toda a Nação Brasileira vive hoje a mesma comoção com o falecimento do empresário e ex-vice-presidente da República José Alencar. Com a sua morte, o País perdeu um homem ímpar, que soube investir e apostar no Brasil como empresário; acreditar numa proposta política inovadora ao aceitar compor com o presidente Lula uma chapa à Presidência da República; e que soube lutar pela vida até o seu último instante.

José Alencar, nos últimos anos, deu um exemplo único de como é importante viver. Ele virou ícone da luta pela vida, ao encarar sua enfermidade de frente, mostrando sempre a sua vontade de viver e de vencer a doença. Foi um homem que não se entregou e que manteve sempre viva a esperança da vida. Equador e o Brasil são agradecidos ao homem que deixou lições de vida e de esperança e que as novas gerações sigam a determinação do homem José Alencar, que sempre lutou por um Brasil mais justo e próspero”.

COMUNICADO:

A Prefeitura Municipal de Equador, através da Secretaria Municipal de Saúde comunica a toda comunidade de Equador, das zonas urbana e rural , que os dias para fazer o Cartão do SUS – Sistema Único de Saúde - mudou. Os interessados devem procurar a Secretaria de Saúde, no prédio anexo à Prefeitura, as terças e quintas-feiras das 7h30 às 13h30 munidos da Carteira de Identidade ou do Registro de Nascimento, caso o interessado seja menor de idade e não possua identidade.

PSF-I DE EQUADOR FAZ ATENDIMENTO NA COMUNIDADE JACU



Edione Nóbrega

A Secretaria de Saúde do Município de Equador conta com duas equipes do Programa de Saúde da Família (PSF). As equipes composta por diversos profissionais, como médico, enfermeiro, dentista e auxiliar de enfermagem realizam o atendimento a todas as famílias do município tanto da Zona Urbana quanto Rural.

E amanhã é a vez da comunidade rural Jacu. A equipe do PSF I do bairro Alto da Bela Vista estará realizando atendimento médico durante todo o dia com consultas e exames para todos os moradores do Sítio Jacu. Lembrando, também, que os agentes de endemias estarão presentes na realização do trabalho de combate à Dengue.

EZEQUIEL PROTOCOLOU PESAR PELA MORTE DE JOSÉ ALENCAR E RESSALTA IMPORTÂNCIA DA COTEMINAS NO RIO GRANDE DO NORTE



Na sessão de ontem terça-feira (29), o deputado Ezequiel Ferreira de Souza (PTB) protocolou um requerimento de profundo pesar à morte do ex-vice-presidente José de Alencar, também fundador da Coteminas. Depois que iniciou a sessão, o presidente da Assembleia, deputado Ricardo Mota (PMN) pediu um minuto de silêncio pela morte de Alencar.

"O Rio Grande do Norte tem uma história com José Alencar. A Coteminas é uma das maiores indústrias de tecido do Brasil. No nosso Estado duas três unidades: Em solo potiguar, estão duas grandes fábricas, sendo uma, em São Gonçalo do Amarante, voltada para fios e tecidos, e outra, em Macaíba, que utiliza parte do tecido produzido para a produção de lençóis e camisas. Juntas geram milhares de empregos diretos e indiretos. Quando soube que estava com câncer em 1997, Alencar planejava passar com a família o Natal na capital potiguar. Me disseram que ele gostava muito de Natal. O Brasil perde um grande ser humano, também vencedor e ético", comentou.

ALENCAR: VELÓRIO HOJE SERÁ EM BRASÍLIA; AMANHÃ, EM BELO HORIZONTE

Durante esta quarta-feira (30), o velório do ex-vice-presidente José Alencar acontece em Brasília


O corpo de Alencar já está a caminho da capital federal, onde será recebido com honras fúnebres pelos presidentes da República, Michel Temer (interino), do Senado, José Sarney, da Câmara, Marco Maia, e do Supremo Tribunal Federal (STF), Cesar Peluso. Em seguida, passará por um cortejo pela cidade em um carro do corpo de Bombeiros até o Palácio do Planalto, onde acontece o velório.

Amanhã, o corpo do ex-vice-presidente será velado no Palácio da Liberdade, em Belo Horizonte, capital de seu estado natal. O governador de Minas Gerais, Antônio Anastasia (PMDB) decretou luto oficial de sete dias pela morte de Alencar. O sepultamento ainda não foi definido.

A presidente Dilma Rousseff e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o qual teve José Alencar como vice, antecipam o retorno ao Brasil para o funeral. Dilma e Lula viajam por Portugal e devem chegar à Brasília por volta das 17h de hoje.

José Alencar, de 79 anos, morreu às 14h41 desta terça-feira (29), em São Paulo, vítima de câncer. Segundo o hospital Sírio Libanês, onde esteve internado, ele teve falência múltipla de órgãos.

Alencar é casado com Mariza Campos Gomes da Silva e deixa quatro filhos (uma filha de um relacionamento extraconjugal) e cinco netos.

Fonte: Folha de São Paulo

TEMER DECRETA LUTO OFICIAL DE SETE DIAS PELA MORTE DE JOSÉ ALENCAR

O ex-vice-presidente receberá honras fúnebres de chefe de Estado, pois, ao todo, ocupou a Presidência da República por um ano


O vice-presidente Michel Temer decretou luto oficial de sete dias no país pela morte do ex-vice-presidente José Alencar. Temer afirmou que o Brasil sofre uma "perda irreparável". O velório, que será realizado na manhã de quarta-feira (30), terá honras fúnebres de chefe de Estado, já que Alencar ocupou o cargo de presidente da República por um ano – somados os períodos de viagem do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

O corpo de Alencar, que morreu no hospital Sírio-Libanês nesta terça-feira (29), às 14h41, chegará por volta das 8h30 de quarta-feira a Brasília. Na base aérea, serão prestadas as honras militares, com a presença de Temer e representantes do Legislativo e do Judiciário. O corpo será levado em um caminhão do Corpo de Bombeiros para o Palácio do Planalto. O velório deve ser aberto às 10h30, no Salão Nobre da sede do governo. A primeira parte da cerimônia será fechada para a família e as autoridades. Em seguida, será aberta à visitação pública.

"Quero registrar não só, penso, o meu pesar, mas o pesar de toda a nação brasileira", disse Temer, em pronunciamento como presidente da República em exercício, já que Dilma Rousseff está em viagem oficial a Portugal.

"Ele soube revelar uma vitalidade física e expiritual extraordinária. Enfrentou várias operações, enfrentou a doença com uma galhardia exemplar", afirmou Temer. O vice-presidente disse que o Brasil perde uma de suas "grandes e expressivas figuras, tanto do setor privado como do poder público".

MORRE JOSÉ ALENCAR

O ex-vice-presidente estava internado desde ontem no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo. Relembre a trajetória do empresário mineiro


O ex-vice-presidente do Brasil, José Alencar, morreu nesta terça-feira (29/03), em São Paulo. Alencar, que foi hospitalizado na segunda-feira para conter uma hemorragia digestiva grave, regressou ao Hospital Sírio-Libanês seis dias após ter deixado o mesmo estabelecimento hospitalar, na capital paulista.

José Alencar Gomes da Silva nasceu em Muriaé (MG), em 17 de outubro de 1931. Ele foi o décimo primeiro filho de um total de quinze do comerciante Antonio Gomes da Silva e da dona de casa Dolores Peres Gomes da Silva.

Alencar foi um dos maiores empresários do ramo têxtil no Brasil. Na condição de empresário, foi presidente da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais e vice-presidente da Confederação Nacional da Indústria.

Empresário de sucesso, Alencar foi vice-presidente da República por dois mandatos

O político

Em 1994, candidatou-se ao governo de Minas, mas não obteve êxito. Em 1998, nova candidatura, desta vez ao Senado Federal. Foi eleito senador por Minas Gerais com quase três milhões de votos.

Em 2002, compôs a chapa do candidato Luiz Inácio Lula da Silva, elegendo-se vice-presidente da República entre 2003 e 2006, período marcado pelas discordâncias públicas do então vice-presidente em relação à política econômica conduzida pelo ex-ministro da Fazenda, Antonio Palocci. As críticas à política de juros altos para conter a inflação não o impediram de seguir no cargo, reelegendo-se em 2006 e ficando no cargo até o fim do mandato de Lula, em 2010.

A partir de 2004, passou a acumular a vice-presidência com o cargo de ministro da Defesa, onde ficou até 2006.

Alencar foi eleito senador por Minas Gerais, em 1998, com quase três milhões de votos

Vida de empresário

Mais do que um político, no entanto, Alencar foi um grande empresário do ramo têxtil. Em Minas Gerais, construiu um império a partir da fundação, em 1967, da Companhia de Tecidos Norte de Minas (Coteminas), hoje um dos maiores grupos industriais têxteis do país.

Tudo começou quando, aos 14 anos de idade, José Alencar deixou a casa paterna para trabalhar de balconista numa loja de armarinhos da cidade de Muriaé. Pouco tempo depois, tendo recebido proposta mais vantajosa, transferiu-se para Caratinga, onde continuou a trabalhar de balconista.

Aos 18 anos, emancipado pelo pai, estabeleceu-se como comerciante, com a lojinha "A Queimadeira", que vendia tecidos, calçados, chapéus, guarda-chuvas e sombrinhas, a partir de 15 mil cruzeiros emprestados pelo seu irmão mais velho, Geraldo Gomes da Silva. Aí nasceu a Coteminas.

A empresa tem hoje 11 unidades industriais em quatro estados - Minas Gerais, Rio Grande do Norte, Paraíba e Santa Catarina - e uma na Argentina. As 12 fábricas produzem e distribuem fios, tecidos, malhas, camisetas, meias, toalhas de banho e de rosto, roupões e lençóis, vendidos no mercado interno, nos Estados Unidos, Europa e países do Mercosul. Nos nove primeiros meses de 2010, a empresa teve um faturamento de R$ 2,3 bilhões, com marcas como Artex e Santista.

José Alencar Gomes da Silva era casado com Mariza Campos Gomes da Silva e deixa três filhos: Josué Christiano, Maria da Graça e Patrícia.

terça-feira, 29 de março de 2011

HENRIQUE SUGERE A GARIBALDI TROCA DE TERRENOS DA PREVIDÊNCIA SOCIAL POR AGÊNCIAS DO INSS EM TODO PAÍS



O líder do PMDB na Câmara, deputado Henrique Eduardo Alves, em audiência com o ministro Garibaldi Filho (Previdência Social), apresentou uma sugestão para reduzir os efeitos dos cortes no Orçamento Geral da União (OGE) e do ministério, sem prejudicar a construção das novas agências do INSS em todo o Brasil. "Um dos compromissos do PMDB com a presidente Dilma é melhorar e ampliar os serviços e o atendimento do INSS a população", disse o deputado, justificando a conversa com o ministro.

Pela proposta do deputado, o INSS permutaria bens imóveis, adquiridos de devedores da Previdência Social, por obras de novas agências. Cada agência do INSS custa, em média, R$ 1 milhão. "Um imóvel do INSS, em São Paulo, poderia ser trocado por três novas agências, em diferentes regiões do país, caso fosse avaliado em três milhões", exemplificou Henrique.

segunda-feira, 28 de março de 2011

COMUNIDADE DA BULANDEIRA RECEBEU AGENTES DE ENDEMIAS



Edione Nóbrega

No último dia 25, a Prefeitura Municipal de Equador, através da Secretaria Municipal de Saúde promoveu, durante todo o dia, visita dos agentes de Endemias à comunidade da Bulandeira, realizando um trabalho de combate à Dengue, com palestras, visitas às residências e escolas.

Muita atenção por parte da comunidade quando o agente apresentava as diversas formas de combater o mosquito Aedes-aegypty, ou seja, o mosquito da Dengue. De acordo com moradores da comunidade esse foi um momento importante, pois eles têm consciência que a dengue mata e prevenir, ainda, é a melhor solução.

E por falar em dengue é bom lembrar que o tipo Viral 4 da Dengue está se espalhando por todo o País e é bom cuidados redobrados da população no combate aos focos do mosquito da Dengue, para evitar que o tipo Viral 4 (Denv-4) da doença chegue à nossa cidade. Há 28 anos, essa variação de vírus não circulava no Brasil, mas em 2010 surgiram 10 casos em Roraima. Em 2011, esse tipo tem se alastrado pelo País e já atinge três regiões (Norte, Sudeste e Nordeste), tendo pelo menos 20 casos notificados.

A Denv-4 tem os mesmos sintomas e tratamento dos outros tipos virais (1, 2 e 3), mas a maioria da população não possui imunidade contra o vírus - especialmente crianças, adolescentes e adultos jovens - aumentando o risco de propagação da doença. Segundo o Ministério da Saúde (MS), há notificação de Denv-4 nos estados de Piauí e Bahia. A maior concentração está no Amazonas (11 casos), Roraima (4) e Pará (3). O MS está aguardando a conclusão de exames realizados no Instituto Evandro Chagas, em Belém, laboratório nacional de referência para Dengue.

SANTANA FOLIA - DIA 9 DE ABRIL DE 2011 EM SANTANA DO SERIDÓ




Santana Folia, a primeira micareta de Santana do Seridó, dia 09 de abril com Marquinhos Carrera e banda Sakulejo no Trio Francisom pelas principais ruas da cidade. E logo após o percurso do trio: Dj´s Nálkerson e Marcus e o Mc Ângelo Rosa na Área de Eventos. Venda de Abadás e mais informações pelo fone: (84)8707-2757.


Vendas em Santana do Seridó com:

Marisa (8892-2578) e Davi (8716-6754)

E em Parelhas com:

Maria de Sábiá



PARA INFECTOLOGISTA, DENGUE TIPO 4 VAI CHEGAR AO RN E COM MUITA FORÇA


De acordo com o Jornal Tribuna do Norte, os números de dengue no estado aumentaram mais de 700% em 2011, em relação ao mesmo período de 2010, e os hospitais começam a lotar. Se o cenário já não é positivo, uma má notícia piora ainda mais a situação: o surgimento de casos da dengue tipo "4" espalhados por todo o Brasil. De acordo com o infectologista Luiz Alberto Marinho, só não se sabe ainda quando esse novo sorotipo irá atingir o RN, mas é possível ter duas certezas a respeito: "vai chegar e com muita força". A expectativa do especialista é que aumente não só a ocorrência da chamada dengue clássica, como também amplie o riscos de os potiguares sofrerem com a dengue hemorrágica.

Mesmo ainda sem o surgimento do novo sorotipo no RN, os números dos hospitais confirmam um crescimento acelerado da epidemia. "Somente até o dia 22, já tivemos este mês 370 casos suspeitos de dengue chegando ao hospital, enquanto em todo o mês de março de 2010 se limitou a 84", compara a diretora do Giselda Trigueiro, Milena Martins. Segundo ela, um aumento ainda mais "absurdo" vem sendo observado com relação aos casos suspeitos da chamada dengue hemorrágica. Foram 65 este mês, contra apenas um caso em 2010. O hospital tem hoje 29 leitos que podem ser ocupados por pacientes da doença e quando não há vagas, eles são mantidos no pronto-socorro.

O vírus "4" não é mais agressivo, porém a população brasileira não está imune, já que o sorotipo não circula no Brasil há 28 anos. Os casos mais recentes começaram a aparecer no estado de Roraima, em julho do ano passado. Em janeiro e fevereiro de 2011, 82% da dengue confirmada no Brasil foi do tipo "1".