quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

FESTA DO PADROEIRO

Edione Nóbrega
Festa do padroeiro tem sabor de reencontro. Nada mais interiorano, mais característico das pequenas cidades que a sua festa de padroeiro. A cidade inteira prepara-se para os dias de festas religiosa e profana. O clima festivo parece presente no semblante das pessoas, no ar e até nos prédios e casas, pois são pintados e enfeitados para o evento. A comunidade recebe pessoas que vêm de outras cidades, filhos que moram fora, parentes distantes, amigos, amigos dos amigos e as casas vão se transformando em pousadas temporárias. A vida da cidade muda, a população fica excitada com pessoas nas ruas o dia todo.
Esse é um momento único na cidade que acontece na festa do padroeiro. A Igreja fica em festa, responsável pela parte religiosa atrai seus fiéis durante todo o período do evento, seja para a missa, batizado, casamento ou novenas, mas lá estão os fiéis abraçando aquele momento de religiosidade. A filarmônica acorda a cidade com sua tradicional Alvorada, que transforma a manhã em um espetáculo único, deixando fiéis, moradores e turistas emocionados.
Mas quando falo em festa de padroeiro lembro-me da minha querida cidade Equador, onde vivi por muitos anos essa emoção e agora volto a sentir, com a mesma emoção o sabor desse reencontro. Como é bom Equador nesse período, pois temos o prazer e às vezes tristezas por reencontrar amigos e saber que outros já se foram para morar com Deus. O reencontro é emocionante, pois temos o prazer de abraçar velhos amigos, sentar nos bancos da praça e reviver um passado e contar as renovações de nossas vidas, visitar parentes e confraternizar esse momento na mais profunda harmonia.
Existe sempre um momento festivo, seja em casa de amigos, nos bares da cidade ou até mesmo na Igreja. Equador vira festa, Equador reúne seus filhos para as boas-vindas a São Sebastião. Esse é o verdadeiro encontro das raízes que se enramaram para outras terras. Viver Equador é está presente às festividades de São Sebastião. Sou de Equador e retornar pra essa linda cidade é como voltar ao meu lar depois de uma longa viagem. É uma sensação de retorno positivo, acolhimento e paz, sinto-me entre amigos, amigos que fiz em um passado recente, mas que perduram até hoje.
É importante cultivarmos esta tradição e jamais deixar morrer a fé que faz a festa religiosa cada vez maior e o sentimento de carinho e amizade que torna a festa profana cada ano, mais, especial. Que este continue sendo o período de reencontrar amigos, conhecer novas pessoas e solidificar antigas relações e que possamos fazer cada vez mais de Equador a nossa terra, o nosso lugar agradável para moradia e reencontros. Parabéns Equador! Parabéns São Sebastião!

PETI 2010 – Colorindo a vida das crianças de Equador/RN


“Qual a cara do PETI 2010? E o que esperar para os próximos 10 anos?”


Cássia Gomes

Em 5 de julho de 2010, uma nova equipe passa a fazer parte do PETI, dando um colorido ainda maior a sua história, Carlos Adriano, novo coordenador, e sua equipe formada pelas monitoras de reforço Ana Claúdia, Allana e Betânia, pelos monitores de música, esportes e desenho, os jovens Erivan, Jéssica e Thiago, e ainda o voluntário Bruno, dando um ponta-pé importantíssimo para o desenvolvimento do programa.
Assim que chegou, o grupo percebeu a necessidade de se trabalhar a Dignidade Humana naquele ambiente repleto de realidades distintas umas das outras. Para tanto, foram debatidos temas como o Bulling, que são atos de violência física ou psicológica, intencionais e repetidos, praticados por um indivíduo ou grupo de indivíduos com o objetivo de intimidar ou agredir outro indivíduo (ou grupo de indivíduos) incapaz (es) de se defender. Um outro tema tratado foi a educação para a sexualidade, já que participam do programa muitos pré-adolescentes e adolescentes.
O PETI, ainda com o objetivo de trabalhar a questão da dignidade humana, passou a promover a comemoração mensal dos aniversariantes, momentos de higiene pessoal (como o corte de cabelo), acompanhamento psicológico, recreação (como a realização de matinês), além claro, de conversas e reuniões mensais com os pais das crianças assistidas pelo programa, a fim de formar laços de cooperativismo entre família e PETI.
Adentrando os projetos que foram trabalhados neste ano e ao mesmo tempo, reforçando a sua continuação em 2011, vale destacar a realização de trabalhos na Semana a Favor da Vida, gincanas educativas, torneio de capoeira, oficinas de bordado, artesanato, pintura em telhas e telas, e de dança (Hip Hop). Mas sem dúvida, o projeto “PETI: Nossa Casa” deve ganhar uma dimensão ainda maior, tendo em vista que procurou conscientizar a forma como a família, vizinhos e toda a comunidade, observam suas atividades, no âmbito social e ecológico.
PETI Equador: 10 anos dando cor e um novo sabor a várias histórias

JUIZ ELEITORAL DECIDE ABSOLVER TIRIRICA



São Paulo (AE) — A Justiça Eleitoral absolveu sumariamente Tiririca, o palhaço eleito deputado pelo PR com 1,3 milhão de votos. Francisco Everardo Oliveira Silva, nome de batismo de Tiririca, era acusado pelo Ministério Público pelo crime de falsidade ideológica porque teria omitido em documento público utilizado no registro de sua candidatura a existência de bens em seu nome. Teria também inserido afirmação falsa, declarando ser alfabetizado. O promotor Maurício Lopes, acusador de Tiririca, ainda pode recorrer ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE). “Graças a Deus, sempre confiei na Justiça e sempre tive convicção de que não cometi crime algum”, disse Tiririca a seu advogado, Ricardo Vita Porto, que o avisou por telefone da absolvição.Citando decisões reiteradas do TRE, o juiz Aloísio Sérgio Rezende Silveira, da 1.ª Zona Eleitoral da capital, assinalou em sua sentença que a Justiça tem considerado inelegíveis “apenas os analfabetos absolutos, e não os funcionais, e é sob essa ótica conceitual que se deve pautar o exame da afirmação contida na declaração prestada pelo acusado no processo de registro de sua candidatura, com reflexos na conduta que lhe é imputada em ação penal”.“Não poderia mesmo se adotar outra interpretação, notadamente porque, do contrário, seria restringir ainda mais aquela condição negativa de elegibilidade, sem considerar o perfil médio de grau educacional do povo brasileiro”, anotou o juiz. Ele destacou ainda que Tiririca, “com certo comprometimento de seu desenvolvimento motor, atestado por parecer técnico, demonstrou disposição para a escrita, ainda que tenha se recusado a se submeter à colheita do material gráfico, utilizado apenas para dirimir a dúvida quanto à discrepância de grafia entre a assinatura por ele firmada e a declaração de que sabe ler e escrever”.

POLÍCIA COMEÇA INCINERAÇÃO DE 42 TONELADAS



Começaram a ser incineradas ontem, nos fornos da Companhia Siderúrgica Nacional (CSN), em Volta Redonda, no Sul Fluminense, as drogas apreendidas desde segunda-feira (22) em operações realizadas pela polícia do Rio – incluindo a megaoperação na Vila Cruzeiro e no Conjunto de Favelas do Alemão, na Penha, na Zona Norte. O material foi levado de caminhão da Academia de Polícia Civil, no Centro do Rio, para a indústria.Segundo a assessoria da CSN, mais de 42 toneladas de drogas serão incineradas durante o processo de produção do aço. Esse trabalho pode levar até 24h para ser concluído, segundo a própria companhia. Para o transporte da droga, a Polícia Civil e a Polícia Rodoviária Federal (PRF) montaram um esquema especial de segurança. A fiscalização foi reforçada ao longo da Via Dutra.A CSN foi escolhida pela proximidade com o Rio de Janeiro e pela tecnologia do alto-forno da siderúrgica, que chega a atingir temperatura de 1.400 graus centígrados.Volta Redonda fica a cerca de uma hora de distância da Baixada Fluminense.

PRESIDENTA ELEITA NEGA ESCOLHA DE MINISTRO DA SAÚDE



Brasília (AE) - Menos de 24 horas depois de ter sido indicado e anunciado como o escolhido para o Ministério da Saúde da presidenta eleita, Dilma Rousseff, o médico ortopedista Sérgio Côrtes viu seu nome revogado do cargo em meio a uma crise política envolvendo o governador do Rio, Sérgio Cabral (PMDB), e a bancada peemedebista na Câmara. Cabral era o padrinho da indicação, que não foi acatada nem pelo vice de Dilma, o deputado Michel Temer (PMDB-SP), nem pela bancada.Dilma ficou irritada com que chamou de “precipitação” no anúncio de nomes do ministério. Em reunião realizada hoje com médicos, no Centro Cultural Banco do Brasil - sede da equipe de transição -, Dilma afirmou que os nomes para essa área ainda não foram definidos. “Eu queria deixar claro para vocês que ainda não escolhi o meu ministro da Saúde”, disse ela, diante de uma plateia formada por nomes de peso, como o cardiologista Adib Jatene. “Ainda não escolhi meu ministro. Mas ele honrará a tradição de Temporão e Adib Jatene”, acrescentou Dilma.“O anúncio precipitado do nome de Côrtes fez com que ele provavelmente tenha dormido ministro e acordado sem a pasta”, resumiu o deputado Rocha Loures (PR). Em reunião da bancada do PMDB, as lideranças do partido na Câmara bateram o martelo e rejeitaram apoiar o nome de Côrtes, atual secretário de Saúde do Rio de Janeiro, para o ministério de Dilma. Se a presidenta quiser ficar com Côrtes, terá de contabilizá-lo no ministério como nome da “cota pessoal”.Foi o próprio Cabral quem, no Rio, anunciou formalmente a suposta escolha de Sérgio Côrtes para a cadeira hoje ocupada por José Gomes Temporão na Saúde. “Foi feito o convite por mim, em nome da presidenta, e ele aceitou”, disse o governador na tarde de terça-feira, no Rio. O governador se reuniu com Dilma na segunda-feira à noite, na Granja do Torto. Na ocasião, ela disse a Cabral que a indicação de Côrtes precisaria passar pelo crivo do PMDB na Câmara e no Senado.Em conversas reservadas, integrantes da equipe de transição disseram que Cabral quis “criar um fato consumado” e acabou causando desconforto político na aliança governista. Temer também não escondeu a contrariedade com o anúncio de Côrtes porque sequer participou da reunião entre Dilma e Cabral. Além disso, a cúpula do PT descobriu que há uma penca de denúncias contra o secretário de Saúde fluminense.Na Assembleia Legislativa do Rio, o deputado estadual Marcelo Freixo (PSOL) pediu a abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para apurar suspeita de corrupção na Saúde, como superfaturamento na compra de equipamentos e em contratos de manutenção de serviços terceirizados. Na justificativa para o pedido de CPI, Freixo disse que há “indícios graves de irregularidades no processo de licitação”.

PMDB QUER CINCO MINISTÉRIOS



Brasília (AE) - Mais no papel de porta-voz do PMDB do que de futuro parceiro da presidente eleita Dilma Rousseff no Planalto, o deputado Michel Temer (PMDB-SP) aumentou a tensão na base aliada ao dizer que os peemedebistas pinçados ou cogitados para ocupar uma vaga na Esplanada são da “cota pessoal” de Dilma e não representam o partido. Dilma manterá Nelson Jobim na Defesa e teria cogitado a escolha do secretário de Saúde do Rio, Sergio Côrtes, para a Pasta da Saúde. “Não é que nós não consideremos a cota pessoal, mas não considero essa cota pessoal como sendo do PMDB”, afirmou Temer, futuro vice-presidente, ontem após uma conversa de cerca de uma hora com o presidente do Senado, José Sarney, e com o líder do PMDB na Casa, senador Renan Calheiros (AL).Temer foi enfático ao defender o controle de cinco ministério para o PMDB, além da compensação pela perda do Ministério das Comunicações, que será comandado pelo petista Paulo Bernardo. “Não digo se abrimos ou não abrimos (mão do Ministério das Comunicações)”, afirmou. “Estamos conversando sobre essa composição. Tudo isso depende de como estará essa substituição das Comunicações por outro ministério”. Em sintonia com Temer, a bancada do PMDB na Câmara decidiu ontem nomear formalmente o líder do partido, Henrique Eduardo Alves (RN), como o único interlocutor junto ao vice-presidente eleito para negociar cargos. A deliberação do partido foi uma resposta ao governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, que à revelia do PMDB tentou emplacar a nomeação de Côrtes.“Os espaços do PMDB serão determinados pela presidente Dilma”, resumiu Henrique Alves, ao fim da reunião da bancada da Câmara. Ao fortalecer o papel de Temer nas negociações, a bancada desautorizou Cabral. Os peemedebistas ficaram insatisfeitos com o anúncio do secretário de Cabral para a pasta da Saúde, sem o aval do partido. “Há uma manifestação da bancada quanto à forma de indicação e não propriamente quanto ao nome do indicado”, observou o deputado Eliseu Padilha (PMDB-RS).A reunião da bancada contou com a presença do ministro das Relações Institucionais, Alexandre Padilha. Ele prometeu liberação de verbas de emendas apresentadas pelos parlamentares ao Orçamento da União. “Façam o levantamento individual para a gente resolver pessoalmente cada uma dessas questões”, disse Padilha. Na reunião, ele alertou que os ministros indicados para o governo de Dilma terão de retribuir em votos no Congresso. “Que os ministros que assumirem que sejam não só da área, mas também que sejam ministros que nos ajudem no esforço político de construir a governabilidade, de garantir a expressão de votos na câmara e no Senado”, afirmou o ministro. A bancada apresentou formalmente uma moção delegando a Henrique Alves a interlocução nas negociações ministeriais. O documento foi assinado por 54 deputados eleitos e reeleitos. A moção deixa um recado claro: “Tendo sido parceiro da presidente eleita e pelo seu tamanho e importância nessa casa, nós devemos ser previamente consultados sobre qualquer representação tomada em nosso nome”, diz a moção. O deputado Leonardo Quintão (PMDB-MG) afirmou que a bancada dará total apoio às negociações conduzidas por Henrique Alves e ressaltou a necessidade de a bancada participar da indicação dos ministros. “As duas vagas da Câmara têm de indicadas pelos parlamentares. Esse é um requisito fundamental”, disse Quintão. Eles defendem que uma das vagas seja preenchida por um deputado eleito. “Não vamos aceitar que nos empurrem nomes.” Os peemedebistas afirmaram que, até agora, Dilma Rousseff definiu dois ministérios que vão para o partido: Agricultura e Minas e Energia. Para o Ministério da Agricultura, o PMDB pretende manter Wagner Rossi no cargo. Rossi não tem mandato. O senador Edison Lobão ficará com as Minas e Energia.

HENRIQUE DESISTE DE DISPUTAR PRESIDÊNCIA DA CÂMARA DOS DEPUTADOS


O líder do PMDB na Câmara, Henrique Eduardo Alves, desistiu de ser candidato à presidência da Câmara. Em entrevista ao Congresso em Foco, ele afirmou que "adiou" seu projeto. Com isso, o caminho para o PT dirigir a Casa no ano que vem ficou mais fácil. A fala de Henrique, porém, pode ser um aceno para a negociação dos demais pontos exigidos pela bancada peemedebista na Câmara, numa moção assinada pelos deputados nesta quarta-feira (01). Os deputados exigem que Henrique seja interlocutor nas negociações sobre a formação do novo governo e querem os ministérios da Agricultura e das Cidades na cota do PMDB da Câmara.
Segundo Alves, nesta quarta-feira (01), o presidente do PT, José Eduardo Dutra, telefonou para o vice-presidente eleito, Michel Temer (PMDB-SP), comunicando que os petistas devem formalizar a tese do rodízio na presidência da Câmara. Num biênio, petistas, e noutro, peemedebistas. Será do PT o direito de escolher o período em que querem dirigir a Casa. O líder do governo e potencial candidato ao cargo, Cândido Vaccarezza (PT-SP) já disse que os petistas querem o primeiro biênio.

quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

PROGRAMAÇÃO DA FESTA DE SÃO SEBASTIÃO

Edione Nóbrega

O equadorense se prepara para mais uma grandiosa festa de São Sebastião. Na sexta-feira a abertura será com Crizaldo e Urano, em grande estilo de seresta, a partir das 22h no Centro Educacional Sociocultural de Equador (CESE). No sábado as festividades têm início logo pela manhã, quando às 8h, no prédio da Prefeitura Municipal, acontece a solenidade de aposição de placa do nome da casa para Palácio Municipal José Marcelino de Oliveira e às 16h, Sessão Solene na Câmara Municipal José Batista de Oliveira, em homenagem ao centenário de nascimento de José Marcelino de Oliveira, encerrando às comemorações alusiva ao centenário, uma novena em Ação de Graças na Igreja da Matriz.À noite, a partir das 22h a festa será na Praça de Eventos Zequinha Sanfoneiro com animação da Banda Ariaxé, Canindé Moreno e a apresentação da banda local Resete, patrocinada pela Prefeitura Municipal de Equador.
No domingo a partir do meio-dia, leilão de São Sebastião em frente à Matriz. Às 16h encerramento da festa religiosa com uma procissão, saindo da Igreja Matriz, percorrendo as ruas da cidade e retornando à Matriz, onde acontece o desfile das candidatas da festa e sorteio de prêmios em frente à Igreja. Às 22h, encerramento da festa profana do Padroeiro São Sebastião, também na Praça de Eventos com as bandas Passageiros do Forró, Mibanda e a apresentação local da Forrozão Pegada Envolvente, patrocinada pela Prefeitura Municipal de Equador.

EQUADOR COMEMORA CENTENÁRIO DE NASCIMENTO DE JOSÉ MARCELINO



Edione Nóbrega

Há 100 anos, mas precisamente no dia 23 de novembro de 1910, na cidade de Alagoa Grande, Paraíba, nascia uma criança pobre, da qual jamais se imaginaria que ela seria o homem que faria história e mexeria com as emoções de uma pequena comunidade no interior do Estado do Rio Grande do Norte chamada Equador. Não se imaginava que aquele homem, José Marcelino de Oliveira, pacato, sério e tão resumido a si mesmo seria um dos homens mais amado, mais comentado, mais visado da cidade. Chegando até o fanatismo de certas pessoas. José Marcelino é hoje, um grande mito para o povo e para a história de Equador
Se estivesse vivo José Marcelino de Oliveira estaria completando 100 anos de vida, desses, 40 foram dedicados ao trabalho e ao progresso de Equador. No dia 7 de setembro de 1993, há exatamente 17 anos, Equador perdeu o seu maior líder político, José Marcelino de Oliveira. Ele foi um homem que se destacou pelo seu trabalho e uma vontade inabalável de vencer, um homem de uma mentalidade evoluída, que apesar de pouco estudo, vislumbrou para seus filhos um futuro promissor, através da educação. José Marcelino morreu aos 83 anos de idade. José Marcelino chegou ao município de Equador no ano de 1934, fixando residência no Sítio Quintos, onde conheceu a jovem Marina Bezerra da Trindade (in memorian), com quem casou e desta união surgiram os filhos Epifânio Marcelino (in memórorian) e Emília Bezerra de Oliveira. Como homem público seu Zé Marcelino ou Padrinho Zé, como era chamado por muitos na cidade, foi querido e respeitado, sendo o primeiro prefeito eleito pelo povo para exercer seu mandato, no período de 1964 a 1969 e, ainda foi eleito para um segundo mandato nos anos de 1973 a 1977, exercendo dois mandatos de prefeito neste município. Como empresário também teve o seu lugar de destaque. Desenvolveu atividades agrícolas e explorou o extrativismo mineral, chegando a criar a empresa mineração José Marcelino que, durante décadas, gerou empregos e, ainda exportou minérios para o Sul do País. Foi entrevistado pela revista Time Internacional, como o homem mais bem sucedido no ramo da mineração no Brasil. Através das ações de trabalho de José Marcelino de Oliveira no período de 1942 a 1982, o município caminhou rumo ao desenvolvimento com a chegada da luz elétrica, Correios e Telégrafos, serviço telefônico, posto fiscal, escolas públicas, hospital, abastecimento de água, casas populares, estação repetidora de televisão e, dentre suas ações a que ele considerou mais importante, foi a emancipação da cidade no dia 17 de março de 1963. Esta é a história que Equador tem arquivada na memória de quem viveu a era José Marcelino de Oliveira, durante seus 40 anos de trabalho pelo progresso da cidade. José Marcelino é considerado intérprete dos grandes anseios de justiça e paz dos oprimidos, exemplo de dignidade, coerência e ética. A história de José Marcelino foi marcada por sua atuação no universo social e político de nossa cidade e do nosso Estado.

AIDS E TERAPIAS ALTERNATIVAS



É celebrado, nessa quarta-feira (01/12), o Dia Mundial de Combate à Aids. Segundo o Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/Aids (Unaids), atualmente existem cerca de 33 milhões de pessoas infectadas no mundo. Como a Aids ataca principalmente o sistema imunológico, as terapias alternativas podem ser importantes aliadas no tratamento da doença. Além de ajudar a fortalecer as defesas do organismo, podem recuperar a vitalidade e até combater o sentimento de medo e rejeição, algumas vezes despertados nos portadores.
De acordo com a terapeuta holística Solange Lima, as técnicas mais indicadas para pessoas soropositivas são as vibracionais, ou seja, aquelas que exigem o mínimo de interferência fisiológica. Alguns exemplos de métodos que podem ser utilizados são a Cromoterapia, que utiliza a aplicação terapêutica das cores, a Aromaterapia, que trabalha com óleos essenciais, ou o Reiki, que energiza o corpo por meio do toque das mãos. "Uma sessão de Reiki pode ser aliada ao poder das cores, trazendo equilíbrio físico, mental e emocional", explica.
No entanto, a naturóloga Kátia Leite acredita que o uso de métodos alternativos em pacientes soropositivos deve levar em consideração o grau de manifestação da doença. O portador de HIV pode se beneficiar de todas as terapias, desde que receba os devidos cuidados. "Antes de fazer um tratamento com medicamentos fitoterápicos, por exemplo, é preciso ter certeza de que não haverá nenhuma interação negativa com os remédios tradicionais que a pessoa ingere. Já aplicação da massoterapia pode ficar mais restrita para quem apresenta problemas de pele", ensina.
Além disso, exercícios respiratórios, meditativos e práticas corporais também auxiliam a pessoa a viver de modo mais equilibrado e saudável. "Hoje é possível conviver com a Aids sem uma expectativa de dor e sofrimento, mas sim de respeito aos limites, dedicação e cuidado. É possível ser um soropositivo equilibrado e feliz, da mesma forma que tantos diabéticos que convivem saudavelmente com a doença", compara Kátia.
Terapia na prática
Para fortalecer o sistema imunológico e aumentar as defesas do organismo, faça uma combinação com os óleos essências Tea Tree, Pau Rosa e Lavanda. "Misture 2 gotas de cada essência com 30 ml de óleo vegetal de semente de uva. Utilize essa sinergia após o banho ou faça uma massagem nos pés antes de dormir", ensina Solange.
Para combater a depressão, basta substituir os óleos por Bergamota, Lavanda e Gerânio. O modo de preparo é o mesmo. "A Bergamota ajuda principalmente nas depressões causadas pelo emocional, renovando a energia das pessoas e fazendo com que elas compreendam o momento atual de vida. O óleo essencial de Lavanda acalma e combate a ansiedade. Já o Gerânio trabalha os medos em geral, dá coragem, vontade de viver e enfrentar os desafios", lista a terapeuta.
Para equilibrar a energia, a Cromoterapia pode ser uma ótima opção. "Faça um exercício de visualização e mentalização com a cor verde, que traz equilíbrio e saúde, e em seguida a cor violeta, que ajuda a energizar e fortalecer o sistema imunológico. Imagine essas cores, uma de cada vez entrando pelo topo da cabeça e descendo para todas as partes do corpo", explica Solange. Os portadores de HIV que precisam de mais ânimo para enfrentar a doença podem fazer a mesma visualização, mas com a cor laranja ou vermelho.

terça-feira, 30 de novembro de 2010

1º DE DEZEMBRO DIA MUNDIAL DE COMBATE A AIDS



“Combate ao Preconceito e ao Estigma”


Transformar o 1º de dezembro em Dia Mundial de Luta Contra a Aids foi uma decisão da Assembléia Mundial de Saúde, em outubro de 1987, com apoio da Organização das Nações Unidas - ONU. A data serve para reforçar a solidariedade, a tolerância, a compaixão e a compreensão com as pessoas infectadas pelo HIV/Aids. A escolha dessa data seguiu critérios próprios das Nações Unidas. No Brasil, a data passou a ser adotada a partir de 1988.
O preconceito e a discriminação contra as pessoas vivendo com HIV/Aids são as maiores barreiras no combate à epidemia, ao adequado apoio, à assistência e ao tratamento da Aids e ao seu diagnóstico. Os estigmas são desencadeados por motivos que incluem a falta de conhecimento, mitos e medos. Ao discutir preconceito e discriminação, o Ministério da Saúde espera aliviar o impacto da Aids no País. O principal objetivo é prevenir, reduzir e eliminar o preconceito e a discriminação associados à Aids. O Brasil já encontrou um modelo de tratamento para a Síndrome de Imunodeficiência Adquirida, que hoje é considerado pela OMS (Organização Mundial de Saúde) uma referência para o mundo. Agora nós, brasileiros, precisamos encontrar uma forma de quebrarmos os preconceitos contra a doença e seus portadores e sermos mais solidários do que somos por natureza. Acabar com o preconceito e aumentar a prevenção devem se tornar hábitos diários de nossas vidas.
O que é Aids
Uma deficiência no sistema imunológico, associada com a infecção pelo vírus da imunodeficiência humana HIV – (Human Immunodeficiency Virus), provocando aumento na susceptibilidade a infecções oportunísticas e câncer.
Transmissão:- o vírus HIV pode ser transmitido pelo sangue, sêmen, secreção vaginal, leite materno;- relações sexuais homo ou heterossexuais, com penetração vaginal, oral ou anal, sem proteção da camisinha, transmitem a Aids e outras doenças sexualmente transmissíveis e alguns tipos de hepatite;- compartilhamento de seringas entre usuários de drogas injetáveis;- transfusão de sangue contaminado;- instrumentos que cortam ou furam, não esterilizados;- da mãe infectada para o filho, durante a gravidez, o parto e a amamentação.
Tratamento:Atualmente a terapia com os chamados “anti-retrovirais” proporciona melhoria da qualidade de vida, redução da ocorrência de infecções oportunísticas, redução da mortalidade e aumento da sobrevida dos pacientes. (Os anti-retrovirais são medicamentos que suprimem agressivamente a replicação do vírus HIV).
Fique sabendo:A Aids não é transmitida pelo beijo, abraço, toque, compartilhando talheres, utilizando o mesmo banheiro, pela tosse ou espirro, praticando esportes, na piscina, praia e, antes de tudo, não se pega aids dando a mão ao próximo, seja ele ou não soropositivo.


Fontes: Programa Nacional de DST e Aids do Ministério da Saúde.Secretaria de Estado da Saúde do Distrito Federal

PALMEIRAS É O GRANDE CAMPEÃO DA 1ª COPA TORCEDOR DE FUTSAL



Sucesso a 1ª COPA TORCEDOR DE FUTSAL de Equador. Centenas de pessoas foram ao Ginásio Poliesportivo "O Gilsão" no último sábado, prestigiar um marco na história do esporte e do futsal da cidade. A competição que contou com seis equipes formadas pelos torcedores dos times de futebol profissional do Brasil, teve partidas eletrizantes e muita diversão para todos os amantes do esporte. No final, os palmeirenses comemoraram o título que veio através da disputa de penalidades.
Outro destaque do evento foi o sistema de placar eletrônico criado pelo Departamento de Esportes do Município. Uma idéia revolucionária que levou mais interatividade e emoção a cada partida. Parabéns a todas as equipes e seus atletas que fizeram um lindo show. A coordenação municipal de esportes agradece o apoio recebido pela Prefeitura Municipal para a realização do evento e aos patrocinadores..

RESULTADOS:
Campeão: Palmeiras
Vice-Campeão: Flamengo
3º Colocado: Botafogo
4º Colocado: São Paulo
5º Colocado: Corinthians
6º Colocado: Vasco da GamaArtilheiro: Edmilson (Corinthians)