quarta-feira, 6 de janeiro de 2010

Agricultor é morto por vizinho a pauladas e facadas dentro de mercadinho no interior

O agricultor Manoel Romão Bezerra, de 58 anos, foi morto na tarde desta segunda-feira (04), no município de Equador (a 269 km de Natal), a golpes de pau e de faca peixeira, que teriam sido desferidos pelo próprio vizinho, dentro de um mercadinho da cidade.

De acordo com o sargento Francisco Almeida, comandante do Destacamento de Equador, o acusado do crime trata-se de Joaquim Sousa de Moraes, também agricultor, de 65 anos. O sargento informou que Joaquim alegou ter matado o vizinho por causa de uma rixa antiga, já que a vítima soltava piadas de mau gosto contra ele.

O sargento também narrou o crime, que ocorreu por volta das 16h50, dentro de um mercadinho pertencente ao filho do acusado. Segundo o sargento Almeida, quando a vítima chegou ao estabelecimento, Joaquim pegou um cacetete e uma faca peixeira, deu duas pauladas na cabeça do agricultor, e quando ele caiu no chão, o acusado deu três facadas contra a vítima, sendo uma no braço e duas no peito. Manoel morreu no local.

Populares que presenciaram a cena acionaram a polícia que, ao chegar no mercadinho, se deparou com Joaquim tentando fugir por um matagal próximo, com uma espingarda calibre 36 com 20 cartuchos. Mas, em uma perseguição, o acusado acabou sendo pego. Ele recebeu voz de prisão e foi autuado em flagrante por homicídio qualificado.